Sua saúde e o atendimento médico podem ser transformados pelo blockchain

Desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Tecnology (MIT), um sistema global baseado em blockchain permite que pacientes consultem especialistas em todo o mundo. Ao ser acionado, o médico pode acessar todo o histórico do doente

3.jpg

Imagine uma rede global capaz de colocar em contato pacientes e médicos especialistas em doenças raras ou de difícil diagnóstico. Assim é a TrustedHealth, criada pelo empreendedor polonês Greg Jarząbek. Depois de perder a mãe, vítima de câncer de pâncreas, Jarząbek decidiu criar o serviço por meio de uma campanha de crowdfunding iniciada em março deste ano. Sua meta é formar uma cadeia com 80 especialistas em doenças raras e de diagnóstico complicado.

Esses profissionais estão em 40 diferentes hospitais, muitos deles localizados em países desenvolvidos. A ideia é permitir diagnósticos com mais eficiência, para que o paciente possa buscar, sem sair de sua região, o tratamento adequado. Para garantir a segurança dos dados médicos compartilhados, a rede da TrustedHealth será instalada em blockchain, o grande conjunto de blocos descentralizado e criptografado que surgiu com as criptomoedas.

Na rede segura usada por pacientes e médicos, qualquer pessoa poderá guardar seu histórico médico, que só ficaria acessível a profissionais autorizados pelo paciente. Mesmo que um dos médicos queira compartilhar o caso com colegas, precisaria solicitar uma autorização.

Diferentes países, como Canadá, Estados Unidos e Inglaterra, estão tentando, ainda sem sucesso, criar bancos de dados unificados e seguros para arquivar o histórico médico de seus cidadãos. Mas a segurança dos dados sempre foi um problema. Até que, em 2016, um grupo de pesquisadores do Massachusetts Institute of Technology (MIT) apresentou o MedRec, um sistema global construído sobre uma rede de blockchain, capaz de unificar os dados dos pacientes.

Graças a sistemas desse tipo, no futuro cada pessoa poderá ter seu prontuário médico armazenado em uma rede virtual criptografada, que guardará o histórico completo, começando do nascimento e dos casos de doença na família. Médicos e pacientes agradecem.

 

Blockchain Festival