O passo-a-passo do seu próprio blockchain

Já entendeu o conceito da tecnologia por trás das criptomoedas? Agora quer aprender como funciona? Entenda como fazer a sua própria cadeia de blocos de informação e mergulhe nesse universo do futuro

7.jpg

O conceito de blockchain é tão revolucionário que não é fácil entendê-lo rapidamente. Sabe-se que é uma cadeia de blocos que contêm informações, mas que esses dados não estão em um único servidor único nem têm um proprietário controlador. Mas como isso funciona na prática? Para quem tem conhecimento de programação, uma boa opção é construir seu próprio blockchain para entender melhor como a tecnologia funciona. Para isso, siga o passo-a-passo.

1. Baixe os programas necessários. Para criar um blockchain baseado em HTTP (Hypertext Transfer Protocol) é necessário instalar os softwares Python 3.6+  e Flask.

2. Abra seu editor de texto preferido. Você vai precisar criar um único arquivo, que pode ser chamado blockchain.py, por exemplo. Um programa de edição recomendável é o PyCharm.

3. Desenvolva cada elemento. Todos os blocos de um blockchain têm um índice, uma lista de transações, o registro do bloco anterior e um marcador de tempo. Será preciso programar cada um deles.

4. Crie a prova de trabalho. Essa é uma característica essencial de todo blockchain. Em criptografia, o Protocolo Prova de Trabalho ou PoW (do inglês, Proof-of-work) é utilizado para a prevenção de ataques cibernéticos.

5. Faça testes. Desenvolva novos blocos e registre transações de dados, para conferir se o sistema está ativo e funcionando corretamente.

Para seguir o passo-a-passo em detalhes (com texto em inglês), acesse o site
 

Blockchain Festival