Facebook cria divisão de blockchain

Diante do escândalo do uso indevido de dados pessoais dos usuários, a rede social está realizando ajustes. Um deles consiste na criação de um setor dedicado a desenvolver soluções usando a mesma tecnologia do bitcoin

1.jpg

O Facebook tem agora um setor totalmente dedicado a pesquisas com blockchain, a mesma tecnologia que dá suporte ao bitcoin. A mudança foi confirmada no dia 8 de maio, quando o antigo responsável pelo Messenger, o chat da empresa, David Marcus, afirmou que estará à frente desse novo setor.

A escolha de Marcus indica que o Facebook pode estar planejando um sistemas de pagamentos com blockchain. Afinal, Marcus é ex-presidente do PayPal. O movimento é coerente com uma afirmação recente do presidente da empresa, Mark Zuckerberg, que no início deste ano escreveu: “Com o crescimento de um pequeno número de grandes empresas de tecnologia — e com governos usando tecnologia para observar seus cidadãos —, muitas pessoas agora acreditam que a tecnologia apenas centraliza o poder, em vez de descentralizá-lo”.

Ele continuou o raciocínio: “Existem importantes tendências contrárias a isso — como a criptografia e as criptomoedas —, que tiram o poder de sistemas centralizados e o devolvem às pessoas. Mas elas vêm com o risco de serem mais difíceis de controlar. Estou interessado em ir mais a fundo e estudar os aspectos positivos e negativos dessas tecnologias e como melhor usá-las em nossos serviços”.

Ao aproveitar a maior reestruturação da história da empresa para criar esse novo setor, Zuckerberg deixa claro que não estava brincando quando prometeu estudar formas de utilizar o blockchain no Facebook.

Fonte

Blockchain Festival