Doze bancos chineses desenvolvem projetos com blockchain

Quase metade das instituições bancárias do país trabalha em projetos que pretendem aumentar a agilidade e a segurança de diferentes serviços, desde empréstimos para agricultores até melhorias no envio de dinheiro

2.jpg

Existem 26 bancos chineses. Desse total, 12 deles desenvolveram em 2017 algum tipo de projeto envolvendo blockchain. A tecnologia que deu origem ao bitcoin proporciona uma alternativa segura e eficiente para o sistema financeiro, porque garante agilidade.

Consiste em cadeias de blocos de informações, descentralizadas e validadas pelo conjunto dos usuários. Por isso, reduz a burocracia e a necessidade de intermediários, sem abrir mão da segurança.

Entre as 12 instituições que estão trabalhando em projetos utilizando a tecnologia estão o Banco da China e o Banco Mercantil da China. As aplicações em desenvolvimento são variadas. Incluem sistemas de autenticação de identidade dos correntistas, novas infraestruturas de TI mais seguras ou uma tecnologia para agilizar a transferência de dinheiro para o exterior.

Outro sistema, desenvolvido pelo Banco da Agricultura da China, aumenta a agilidade e a transparência para a concessão de empréstimos e financiamentos. Já o Banco da Construção da China está investindo 251 milhões de dólares para instalar um sistema de envio de dinheiro, com agilidade, para pequenas empresas.

Blockchain Festival