Como minha empresa pode aderir ao blockchain?

5 perguntas para quem está tentando entender a tecnologia e avaliando sua utilidade no dia a dia. Você vai descobrir que o blockchain não é um bicho-de-sete-cabeças e que ele pode facilitar demais a vida na empresa

2.jpg

1. Como saber em quais projetos o blockchain pode ser aplicado?

Enquanto muitas empresas ainda começam a entender os aplicativos em nuvem, surge uma opção nova: a tecnologia baseada em blockchain, cadeias de dados criptografados que sustentam o sistema de bitcoins. A primeira informação a apreender é que ainda é relativamente caro construir uma base de dados apoiada em blockchain. Mas o investimento, no longo prazo, é recompensador.

2. Qual tecnologia é mais indicada?

Existem, neste momento, duas redes de blocos corporativos mais utilizadas pelas empresas: a IBM Hyperledger Fabric e a Ethereum. São ferramentas que permitem criar cadeias privadas e aplicativos descentralizados de cadeias públicas.

3. Como criar uma equipe de desenvolvimento de blockchain?

Do ponto de vista do profissional de tecnologia, trabalhar com blockchain não requer  muitos conhecimentos específicos. É possível que a própria equipe da empresa, ou quem presta serviços para ela, dê conta da demanda. O importante é contar com um bom arquiteto de blocos.

4. Que tipo de infraestrutura já está disponível?

Há pelo menos dois anos não é preciso construir uma rede própria do zero. Existem soluções prontas, padronizadas e com código aberto, que podem ser incorporadas e adaptadas. A Enterprise Ethereum Alliance (EEA) oferece algumas dessas alternativas.

5. Quais aplicações podem usar a tecnologia?

O blockchain é o tipo de caso em que a implementação é mais crucial do que o desenvolvimento da plataforma em si. A tecnologia tem o potencial de mudar muitos processos internos da empresa, mas é preciso que diferentes setores estejam comprometidos com a transição.

Fonte

Blockchain Festival