Blockchain pode representar a evolução do Uber

Um dos fundadores da empresa de transporte compartilhado, Garret Camp está criando sua própria criptomoeda. Chamada eco, ela será lançada até o final do ano para competir com o dólar e o euro

11.jpg

Desde que o bitcoin foi criado, em 2009, já surgiram mais de 1500 criptomoedas, fruto de esforços que buscavam aprimorar a versão original. Nenhuma delas agradou Garrett Camp, cofundador do Uber. O empreendedor divulgou, em fevereiro, que está criando a sua própria moeda digital, chamada eco. A intenção do canadense é ir além do mundo virtual. Garrett quer concorrer com o dólar e o euro. O objetivo é criar uma nova moeda global que seja mais fácil, segura e rápida de usar do que o papel moeda, explicaram os desenvolvedores da nova criptomoeda em uma postagem no blog da iniciativa

Como a maioria das criptomoedas, a eco é descentralizada, o que significa que não é controlada por um único indivíduo, organização ou nação. Ao contrário das outras, no entanto, a eco pretende “distribuir de forma justa” o valor econômico gerado por sua plataforma de código aberto para sua comunidade. Por conta disto, não haverá um ICO para lançar a eco, evitando também questões legais e regulatórias. O empreendedor quer uma moeda digital ao alcance de todos.

Blockchain Festival