A aposta do comércio em blockchain

A empresa de e-commerce Overstock lançou a primeira plataforma de negociação de ações baseada na tecnologia que deu origem ao bitcoin. Seu presidente acredita que o blockchain irá transformar radicalmente 160 diferentes indústrias

9.jpg

“O que a internet fez com o mercado de publicações, o blockchain vai fazer com 160 diferentes indústrias”. Foi pensando assim que o CEO da empresa de e-commerce Overstock.com, Patrick Byrne, lançou o t0, que ele chama de versão de blockchain para Wall Street. O sistema de comercialização de ações foi lançado no fim de 2016 pela gigante do e-commerce americano e vem se mostrando estável desde então. Mas a Overstock vai além. O próximo passo é desenvolver uma plataforma de compra e venda de produtos utilizando blockchain.

O blockchain é a tecnologia que dá suporte ao bitcoin. Trata-se de uma cadeia de blocos de dados inviolável, sustentada e validada pelo conjunto dos usuários. Esse sistema permite registrar trocas de informações financeiras com grande segurança.

O t0 foi resultado de dois anos de desenvolvimentos e já negociou mais de 126 mil ações desde o lançamento. “Fizemos uma pequena contribuição para os padrões de Wall Street”, diz Byrne, lembrando que o importante era provar que a tecnologia funciona para a transação de ações. “Agora queremos integrar nosso sistema com outros que já existem”, afirma. Muitos governos já procuraram a empresa em busca de parcerias.

Recentemente a Overstock sofreu um contratempo. Uma oferta de 4 milhões de ações teve que ser cancelada porque o valor despencou 9,4%. O problema não mudou os planos da empresa com relação ao blockchain.

Segundo Patrick Byrne, o t0 é equivalente ao Sputnik, o primeiro satélite colocado no espaço pelos russos, em 1957: um projeto modesto, mas que abre um grande precedente. O próximo passo da Overstock é apostar no uso de blockchain para criar uma plataforma de compra e venda de produtos online. Esse sistema deverá ser lançado até o final do ano, mas em pequena escala, a princípio.
 

Blockchain Festival